Artigo publicado no Correio Braziliense (DF) em 08/08/1971.

“O processo se deve ao fato de os alunos desses cursos considerarem ilegais as resoluções do Conselho Coordenador de Ensino e pesquisa, que tratam da implantação dos princípios da reforma universitária da UFGO.”