Artigo publicado no Jornal de Notícias (GO) em 16/03/1958.

“A balbúrdia e o bulício espalhafatoso da grande metrópole logo nos apontavam o alvo a que todos os inconscientes sofredores visavam, naquela lufa-lufa atordoada, neurótica e explosiva. Suas consciências anestesiadas pela sedução do próprio engrandecimento, perdiam-se, é claro, entre dois polos grosseiros de amargura e sofrimento: sexo e dinheiro.”